Conheça a durabilidade das lentes de contato dental

As lentes de contato dental trazem mais harmonia e sofisticação às correções de cor e formato dos dentes e podem ser o tratamento ideal para você. Mas uma característica fundamental da tecnologia passou despercebida pela maioria das pessoas que buscam esse procedimento, a durabilidade.

 

Quanto tempo dura a lente de contato dentária? 

Vários estudos científicos sobre esta técnica encontraram mais do que resultados positivos. Para a maioria deles, 10 anos após a instalação desse tipo de lente de contato dental é necessário fazer uma manutenção.

As lentes de contato dentais podem ser tão duráveis ​​quanto facetas de porcelana.

A principal diferença entre lentes de contato dentais e facetas de porcelana não é a menor espessura e finura das primeiras, mas a ausência de desgaste na superfície dos dentes a serem tratados. Para muitos pacientes e até dentistas isso pode fazer toda a diferença na durabilidade das duas técnicas de lente de contato dental.

No entanto, o fato é que ambos, uma vez colados sobre os dentes e com as devidas indicações e boas práticas culinárias em mente, são duráveis ​​e resilientes na prática.

 

Quais fatores influenciam na durabilidade:

Para que a durabilidade da lente de contato dental seja comprovada cientificamente, ela deve constar de uma lista de fatores relacionados à fabricação de porcelanato de cerâmica.

As indicações corretas, o uso de técnicas seguras e modernas pelos dentistas, o uso de porcelanas de alta qualidade e o preparo das lentes em laboratórios odontológicos especializados nesta técnica são essenciais para prolongar a vida do tratamento.

 

Indicação correta da técnica 

Dentre as técnicas com porcelanato de cerâmica, a lente de contato odontológica é a que possui as indicações mais limitadas. A razão para isso é a falta de desgaste do dente para o ajuste da lente, o que limita o uso de correções suaves na cor e no formato do dente. Erros frequentes na indicação da tecnologia vão desde a restauração de dentes com bruxismo severo até a restauração estética de dentes desalinhados com indicação de tratamento ortodôntico.

 

Técnicas clínicas modernas 

A durabilidade das lentes de contato dental está diretamente relacionada às técnicas e materiais que o dentista utiliza nas consultas odontológicas. E

Erros na fase podem, por exemplo, levar a erros na adaptação dos laminados, cujos resultados podem encurtar a vida útil das lentes de contato dentais devido a problemas de infiltração causados ​​pela cárie.

Qualidade da cerâmica utilizada 

O material utilizado na fabricação de lentes de contato odontológicas é a cerâmica, conhecida pelos dentistas e pacientes como porcelana. 

Além das variações entre os materiais disponíveis para a construção laminada, também existem diferenças de qualidade dependendo do fabricante utilizado.

 

Laboratório de prótese dentária 

Os cuidados com a fabricação das facetas de porcelana fazem com que as lentes de contato dentais durem mais. Para isso, a utilização de laboratórios odontológicos voltados para a tecnologia é imprescindível para certificar superfícies bem polidas e ajustes precisos na superfície do dente a ser revestida.

Colagem com material específico 

Os adesivos (cimentos) que o dentista usa para prender as lentes de contato dental aos dentes são específicos da tecnologia. Em 2017, um novo material adesivo, que não muda de cor com o passar dos anos, mostrou-se ideal para evitar o amarelecimento das bordas dos laminados cerâmicos, permitindo maior vida útil do tratamento.

Cuidados de Limpeza e Alimentação 

Para que uma lente de contato odontológica dure, é preciso ir muito além dos fatores que dependem dos profissionais envolvidos no tratamento. 

E para isso, uma série de medidas para manter a integridade superficial dos laminados são essenciais a fim de garantir a máxima durabilidade do tratamento.

 

O que ajuda na durabilidade das lentes de contato dental?

É importante quanto os fatores que afetam diretamente a durabilidade das lentes de contato dental são os cuidados que devem ser tomados pelo paciente tratado. 

Embora simples, eles farão toda a diferença em manter a cor, a textura e a integridade por muito mais tempo. 

Assim como acontece com as restaurações dentárias, provavelmente você desejará ter um ou mais dentes e independentemente do material usado a área de conexão entre o dente e o material obturador representa um ponto com maior suscetibilidade à infiltração de cárie. 

As restaurações dentárias de resina composta, porcelana ou amálgama de prata apresentam risco de infiltração se a higiene bucal diária for inadequada, seja por frequentes ou ineficazes. Técnica de remoção da placa bacteriana.

Veja os cuidados que podem tornar as lentes de contato dental ainda mais duráveis: 

✓ Higiene oral diária e eficiente; 

✓ Uso de escovas de dente com cerdas macias ou extra macias;

✓ Uso moderado de frutas cítricas e vinhos;

✓ Evite o famoso jateamento de bicarbonato de sódio ao realizar suas consultas regulares ao dentista;

✓ Uso de instrumentos odontológicos especiais para limpar e tratar gengivas em contato com lentes de contato dentais.

Clinicamente, isso significa, por exemplo, que o brilho superficial perdido com o uso de escovas duras e frutas cítricas pode ser restaurado, o que pode danificar as suas lentes de contato dental, após anos de uso o que significa redução na durabilidade do tratamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.