1. O que é uma lente de Contato Dental?

    É uma variante técnica mais fina e delicada do que os laminados cerâmicos (facetas de porcelana). O objetivo do tratamento é corrigir a cor e o formato dos dentes para obter um sorriso mais harmonioso e equilibrado.

  2. Quais os benefícios da Lente de Contato Dental?

    As lentes de contato odontológicas rejuvenescem os pacientes, melhorando a autoestima e permitindo que eles se expressem de uma maneira melhor e mais adequada.

  3. Como funcionam as Lentes de Contato Dental?

    As lentes de contato dental são finas lâminas coladas na parte frontal dos dentes. Elas são responsáveis ​​por mudar completamente a cor, forma, tamanho e posição dos dentes do paciente. A transformação proporcionada pelas lentes de contato é natural e não mudará em nada a rotina do paciente.

  4. Quando usar Lentes de Contato Dental?

    São indicadas para pessoas que desejam realizar harmonização facial para corrigir pequenas imperfeições em seus dentes, como fraturas, manchas, separação dentária (espaço interdental – diastemas), dentes irregulares (ou muito pequenos ou muito grandes). 
    A exposição facial faz parte de sua apresentação para o mercado de trabalho. Pessoas em que a imagem é usada como cartão de visita para projetos e eventos, como celebridades, influenciadores, jornalistas, repórteres, vendedores, modelos, atores, atletas, etc., costumam investir nesse tipo de tratamento.
    Investir na sua própria imagem, transformar sua aparência e realizar o sonho de um sorriso perfeito são essenciais para uma vida mais feliz e confiante. As lentes de contato dental são uma excelente alternativa para a obtenção de resultados rápidos e muito satisfatórios.

  5. Como são planejadas as Lentes de Contato Dental?

    O design das lentes de contato dental leva em consideração a particularidade de cada caso de odontologia estética e das necessidades do paciente.
    Portanto, a lente é feita pela combinação do conhecimento técnico do dentista responsável e sua visão artística harmoniosa do rosto humano.

  6. Quais exames são necessários para iniciar o tratamento?

    Os exames necessários para adesão às lentes de contato dental, são exames radiográficos simples. Ao contrário da utilização de facetas de porcelana, não é necessária a utilização de imagens geradas por tomografia computadorizada.

  7. Vou sentir dor durante o tratamento com Lentes de Contato Dental?

    O tratamento com lentes de contato dental é totalmente indolor. Antes do dentista enviar a moldagem da lente para o laboratório onde é produzida, ele verifica a saúde bucal do paciente. Se tudo estiver normal, o tratamento estético da lente será aprovado. Em alguns casos, a anestesia pode ser usada durante o tratamento.

  8. Qual a durabilidade do tratamento com Lentes de Contato Dental?

    No geral, o tratamento oferece até dez anos de durabilidade. Ou seja, a garantia do tratamento é muito grande, e se o paciente sentir que precisa continuar melhorando a beleza de seu sorriso, pode renová-la.
    Mas a duração do tratamento também vai depender se o paciente tomar os cuidados necessários, como:
    Usar fio dental corretamente
    Realizar a higiene oral adequada
    Marcar consultas de manutenção a cada 6 meses

  9. É necessário realizar desgaste nos dentes?

    Lentes de contato dental não exige desgaste nos dentes. O tratamento estético em que o desgaste é necessário, é o de faceta dental.
    Na verdade, uma grande vantagem das lentes é que elas retêm a estrutura dos dentes naturais. Afinal, as lentes geralmente são feitas de materiais finos e são fáceis de fixar e colocar nos dentes.

  10. Quanto custa, em média, colocar lente de contato nos dentes?

    O valor varia de caso a caso. Isso ocorre porque o dentista levará em consideração vários fatores. Do formato da arcada dentária à cor dos dentes, trata-se de um tratamento estético bem elaborado.
    O ideal é marcar uma consulta com o dentista escolhido, para fazer uma avaliação. Além disso, nesta consulta, é importante tirar todas as dúvidas sobre o método, como execução e preço do tratamento após a avaliação do dentista.

  11. Como é feita a manutenção, precisa ir todo mês ao dentista?

    Após o período de adaptação (cerca de 15 dias), a manutenção deverá ser feita uma vez a cada 6 meses, para que o dentista acompanhe o uso das lentes e verifique se o tratamento está ocorrendo conforme o planejado. Como os dentes naturais, as lentes se desgastam com o tempo.
    Devido a possibilidades de fraturas, retração gengival ou mesmo alterações na cor dos dentes, pode ser necessário substituí-la, de acordo com a avaliação do seu dentista. Por isso é necessário e importante realizar a manutenção a cada 6 meses. 

  12. Quais os cuidados necessários na hora de fazer as refeições?

    Sim, existem diferentes tipos de cuidados que devem ser tomados pelo paciente. Em termos de alimentação diária, é importante evitar alimentos com alto teor de pigmentação (como café, açaí, vinho, açafrão, beterraba, etc.) e evitar morder alimentos duros (para não causar fraturas nas lentes).
    O simples ato de morder uma fruta, como uma maçã, pode danificar a lente. Outros cuidados necessários são evitar colocar objetos duros na boca, como tampas de canetas e evitar roer as unhas.

  13. Quais casos não podem colocar lentes de contato dentais?

    As lentes de contato dental não são recomendadas para pacientes com bruxismo, que roem as unhas ou tendem a morder objetos duros, como canetas ou lápis durante o trabalho ou estudo. Por serem muito finas, esses hábitos podem prejudicá-las.
    Pacientes com cárie dentária, tártaro, canais radiculares não tratados, dentes rachados ou quebrados ou manchas graves, também não é recomendado o uso de lentes de contato dental.

  14. As lentes de contato dental podem favorecer o acúmulo de sujeira e dar cáries ou gengivite?

    Definitivamente, não. Esse fator é de inteira responsabilidade da saúde bucal do paciente, se faz ou não a higiene bucal adequada. O uso de lentes de contato dental não previne a cárie dentária, por isso o hábito de escovar e passar fio dental corretamente deve ser mantido, mesmo que você use lentes de contato.

  15. É possível aumentar o sorriso com as lentes de contato dental?

    A transformação de sorrisos por meio de lentes de contato dental, envolve vários aspectos. Desde o tamanho da arcada dentária, boca, língua e lábios do paciente, até o verdadeiro motivo que impulsiona o desejo de mudar a estética de um sorriso.
    O ideal é usar a quantidade adequada para o objetivo do paciente, pensando sempre no que é mais saudável para o mesmo.

  16. Crianças e idosos podem colocar lentes de contato dental?

    Não há idade mínima para o uso de lentes de contato dental. Desde crianças que apresentam algumas características fisiológicas que podem dificultar o crescimento dos dentes permanentes até os idosos que desejam dar um novo sentido à sua vida, podem começar mudando o sorriso.

  17. O sorriso pode ficar artificial com o uso das lentes de contato dental?

    Com certeza não. A lente é personalizada para os dentes de cada paciente, e o paciente pode escolher a cor da lente.
    O dentista auxilia na harmonização facial, verificando o formato do rosto, o tamanho da arcada dentária, a abertura a boca, o mastigar e o falar, e vários outros fatores que fazem parte do sorriso do paciente.

  18. Há risco das lentes de contato dental saírem da boca igual dentaduras?

    Não, a menos que você mastigue alimentos duros, roa unhas ou coloque objetos duros na boca. Sendo cuidadoso, o sorriso trazido pelas lentes de contato dental é só felicidade e saúde.

  19. É necessário recobrir todos os dentes para que os resultados de transformação estética do sorriso sejam marcantes?

    Não. O tratamento estético de correção do sorriso mais influente pode ser alcançado simplesmente laminando os seis dentes anteriores. Pessoas com diástase (abertura entre os dentes) podem, eventualmente, precisar adicionar uma ou duas lentes a mais em cada lado do sorriso, para alcançar harmonia e equilíbrio no tratamento.

  20. Tenho dente escurecido devido a problemas no tratamento de canal. Posso recuperar a cor original desse dente com as lentes?

    Não. Nesse caso, as facetas de porcelana, que são laminados mais espessos que as lentes de contato dental, serão mais adequadas para resolver problemas de escurecimento causados ​​pela falha no tratamento do canal radicular (tratamento endodôntico).

  21. Os dentes podem ficar sensíveis após o tratamento?

    São muito raros os relatos de dor e sensibilidade dos dentes ao frio ou ao calor nos tratamentos com lentes de contato dental. Isso se deve, principalmente, à ausência de necessidade de desgaste dentário durante o tratamento. Casos de sensibilidade dentária devem ser investigados, para encontrar outros problemas que podem estar relacionados aos dentes.

  22. O procedimento é reversível?

    No caso de lentes de contato dental, desde que não tenha havido a necessidade de fazer um desgaste dentário, é possível fazer a remoção e manter apenas os dentes naturais. Porém, a remoção não é recomendada porque o processo é muito delicado e requer o uso de uma broca para a remoção da porcelana.

  23. Existe a possibilidade de fazer uma simulação do tipo antes-e-depois para visualizar antecipadamente os resultados do tratamento?

    Sim. Podem ser feitas simulações fotográficas e modelos em gesso, para auxiliar o tratamento. No entanto, é importante perceber que as simulações fotográficas podem ser enganosas e levar à frustração com o resultado final do tratamento. Por outro lado, a simulação do modelo (3D) é mais precisa e confiável para o resultado final.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.